28.2.09

Ana Abrunhosa - designer de moda

a minha ultima descoberta...

"I´m not really interested in fashion" - pelo menos não naquilo que a maioria das pessoas entendem por moda.
Há todo um "mundo de possibilidades, de expressões, de talento jenuino por detrás do mundo das revistas e das partys..."
(...)A minha forma de expressão são os tecidos, as linhas, as tesouras, a forma, a cor, a textura."
(Ana Abrunhosa)

"A moda oferece oportunidades ilimitadas de refazer o corpo e o ser."
A moda,como escape à banalidade do quotidiano.
Projecção de sonhos e expectativas.
"Uma paisagem interior" unica e irreptivel.
A abordagem de cada peça, enquanto objecto artístico intemporal.

Sensibilidade e sentido estético, aliados ao domínio de linhas, cores e proporções, caracterizam o design da criadora.

ver portefólio aqui
(Espectacular!)





Alameda Eça de Queirós, 311 (às Antas) - Porto

aforest-design

exposição 22.02 - 07.03

soft furniture/banco português maleável
soft furniture é uma edição de pouffs em forma de peças de mobiliário básicas e tradicionais numa escala aumentada, proporcionando superfícies confortáveis para descansar.

GDE/Matéria-prima: Rua da Rosa 195/197, Bairro Alto, Lisboa.
Seg-Sáb


A Galeria de Exclusivos apresenta o seu mais recente projecto, o “P.F.” - POR FAVOR,
um projecto de sensibilização para a reciclagem e reutilização têxtil. Partindo de uma série de napas estragadas, 10 designers de moda foram convidados a criar um objecto vendável e a mostrá-lo numa das montras da Galeria de Exclusivos.
10 designers/5 meses.
"No fim, esperamos ter demonstrado por a+b que materiais aparentemente estragados podem ser reutilizados e transformados em peças fantásticas; tudo depende da imaginação e consciência de cada um. Ainda antes do fim, esperamos vender estas peças e rentabilizar economicamente estes materiais que iriam parar ao lixo - daí para as lixeiras de céu aberto, ficando tranquilamente a poluir a atmosfera e os solos durante um período aproximado de 200 anos.
Por favor, pense nisso."

DESIGNERS CONVIDADOS:

FERNANDA PEREIRA
DANIEL DINIS
MIGUEL FLÔR
MIA MORIKAWA
ALEXANDRA MOURA
LADYBUG (Joana Teodoro)
DINO ALVES
ANDREIA PROENÇA
AFOREST (Sara Lamúrias)
DIRTYCOP

27.2.09

looks

(Filipa,gabinete internacional e Catarina,staff)

Lembrando a ultima edição da Moda Lisboa, dedico este post às meninas da moda que por aqui passam, em especial à Pepa do fashion-a-porter!!

(Este texto é excerto de um artigo publicado no Hiperfashion em Outubro do ano passado.)


Porque nada é mais divertido do que observar a moda - it self, traduzida em criatividade, imaginação (e estilo!), decidi falar-vos um pouco das roupas e do ambiente que pude apreciar do outro lado dos desfiles.
Dos jeans rasgados e botas texanas, aos modelos mais sofisticados, com acessórios para todos os gostos. Ténis e cintos amarelos, lenços, leques e óculos de sol (cuidado com o flash!)
O calor que se fazia sentir, ajudou, e deu um novo ânimo a toilettes mais leves e frescas.
As collants coloridas marcaram presença. Roxo, azul, bordeux e verde alface!
"Someone" na primeira fila chamou logo no primeiro dia a atenção da imprensa estrangeira, pouco familiarizada com o mundo VIP à portuguesa. "Who is the coulerfull lady?" - era o que invariavelmente me perguntavam.
Ao vivo e a cores, a fashionista Lili Caneças).

Laura Walters, uma british girl em Paris, cuja missão era fotografar streetwear e looks diferentes para a revista Wad, é ela própria, supercool e original.

Joanna, de Varsóvia, não lhe ficava atrás, conjugando com graça e bom gosto saia abaixo do joelho, sapatos verdes, t-shirt, parka e malinha vintage, ou um vestido roxo, pumps pretos de salto prateado, com meias curtas e a echarpe da avó!

A linda Mariana, pivô de televisão em Milão, e ex-modelo, combinava tudo com umas super botas pretas acima do joelho, e Angela, de Nova Iorque, uma alegria contagiante com botas castanhas compensadas, jeans e casaco de camurça às franjas, made in USA!


A L'Oreal Professionel, montara um stand promocional aberto ao público, onde cabeleireiros especializados em produções de moda, faziam as delícias dos transeuntes, com penteados extravagantes. (Na foto, três jornalistas, qual Amy Winnehouse, em dia de concerto!)

EU!!
com a Julia da Bulgária

...com Johanna e Simon da Polónia

presente


recebi este miminho dos blogs luxury and lust e fashion-a-porter!
7 coisas que me fazem sorrir...

1-a minha filha!
2-receber boas noticias
3-ter objectivos, novos projectos e desafios
4-fazer o que gosto (ex.cobrir um desfiles de moda, escrever um novo livro ou criar uma colecção de tops!)
5-dias de sol
6-comprar sapatos
7-momentos especiais e boas recordações (como o concerto dos Guns n´Roses)

(os blogs que me fazem sorrir são os que mostram coisas bonitas e me inspiram.
a maior parte, ja deve ter recebido o premio, portanto, partilho-o com todos vcs!
jinhos!!)

o meu livro


"A História vive de realidades visíveis e invisíveis.
Na memória do mundo, a magia era o caminho.
A natureza ancestral em que os metais se fundiam com um gesto inconsciente.
A imaginação viaja no mundo claro dos sonhos e embala a vida com o sopro que a matéria absorveu.

“ Na Rota das Caravanas” foi uma viagem maravilhosa à genealogia étnica e mitológica dos povos.
Há alguns anos, iniciei uma pesquisa sobre civilizações desaparecidas com o intuito de reunir fragmentos dispersos e reconstruir a história oculta da humanidade.
Desta, resultou “ A Terra Encantada” e este livro de contos.

No limiar entre o Real e a Fantasia, surgem as lendas.
Verdadeiros Contos de Fadas onde o “EU” se projecta sobre a forma de arquétipos ou como catarse psicológica.

É o percurso interior pelas areias de um deserto imaginário, onde tudo é possível, rumo a um horizonte perdido que o tempo esqueceu."


encomendar: corpos editora
ou: ines.secrets@gmail.com

26.2.09

25.2.09

coral negro


Extraido a centenas de metros de profundidade do verde mar das Caraíbas, o coral negro, pela sua raridade e beleza, é equiparado ao ouro.
Tendo em vista a preservação dos ecossistemas dos recifes, foi homolgada uma lei que restringe a extracção de coral a uma quantidade anual pré estabelecida.
Os mergulhadores, são pescadores humildes que arriscam a vida pela subsistência das suas familias.
No entanto, não conseguiriam deixar de o fazer.O apelo do fundo do mar, é mais forte do que o medo.
Exerce um encantamento que os faz sempre regressar.
Na sua existência simples, sonham com o dia em que cada mulher do mundo possua um pedacinho do "seu mar", numa joia de coral.

23.2.09

DINO ALVES - entrevista


O "enfant terrible" da moda portuguesa, fez a sua formação em pintura na Escola Superior Artística do Porto, e o curso de fotografia do INEF.
Desde figurinos para teatro, a guarda-roupa para publicidade e eventos, Dino Alves, é um stylist por excelência.

A sua primeira apresentação acontece pela primeira vez em 1994, nas "Manobras de Maio".

Após a criação de quatro mise-en-scéne para desfiles de Ana Salazar, passa a participar na Moda Lisboa e recebe o prémio "Criador Revelação 97" da Look Elite.

No ano 2000, esteve presente no desfile Cosmopolis, ao lado de A. Alaia e J.P. Gautier.

Dino Alves, tem levado as suas criações (e a moda portuguesa), a inúmeros eventos e exposições internacionais de referência.


ENTREVISTA

IS - Em que eventos de moda nacionais ou internacionais irá apresentar a colecção Outono/ Inverno 2009/2010?

D.A - Apresento oficialmente na ModaLisboa (Lisboa fashion Week).

IS - Em que se inspirou para esta colecção?


D.A ? Inspirei-me numa imagem que existe por todo o país. No meu caso, vou focar-me mais na zona onde nasci e cresci: Zona Centro (que aliás vai dar título à colecção).

A imagem das mulheres de classe média, que trabalham no campo e/ou são domésticas. Vestem geralmente batas por cima de calças de malha e por baixo de casacos de malha grosseira. Muitas vezes ainda usam aventais e xailes ou lenços.

O desafio será a partir destas imagens grosseiras e sem a mínima intenção e preocupação estética ou elegante, criar uma colecção sofisticada, moderna e actual.

IS - Quais os materiais/ silhuetas que irá apresentar (de forma geral)?

D.A - Os materiais são: fazendas de lã e mistura de lã com polyester, 100% algodão, malhas, sedas, lã tricotada e em crochet, flanela de algodão às tiras e tubular também tricotada, etc.

IS - Costuma basear-se nas tendências da moda, ou cria independentemente de qualquer influência?

D.A - Basicamente sigo a minha própria linguagem, que vou desenvolvendo ao longo do meu percurso artístico. No entanto, as tendências acabam sempre por nos influenciar, ainda que seja de uma forma inconsciente.

IS - Qual o perfil da mulher/ homem que veste as suas criações?


D.A - A mulher e homem que veste as minhas criações são sobretudo de pessoas que têm atitude e gostam de ser diferentes. Jovens de espírito e independentes de qualquer preconceito.

RICARDO DOURADO - entrevista


O percurso profissional de Ricardo Dourado passou pelo estúdio de Osvaldo Martins, Lidija Kolovrat e Helena Matos.
Desenvolveu projectos industriais para várias marcas, colabora regularmente na área de styling da "Serch magazine", e tem ainda marcado presença em exposições como "Showcase", "Moda Lisboa", "Costom Eyes" e "A cidade vestido" - Porto 2001, capital europeia da cultura.

Para alem do trabalho desenvolvido no seu atelier, na zona histórica da cidade do Porto, é também formador de design de moda no Citex.




ENTREVISTA

IS - Em que eventos de moda nacionais ou internacionais irá apresentar a colecção Outono/ Inverno 2009/2010?

RD - Para estes dois próximos anos está previsto apresentar a colecção na MODALISBOA.

IS - Em que se inspirou para esta colecção?

RD - A próxima colecção, parte de volumetrias arquitectónicas com reminiscências aos anos 30/40, caracterizados por um look rígido e austero, assentes numa base muito feminina e sofisticada, na tentativa de contrariar os tempos de crise que temos vivido actualmente.

Farão parte da colecção alguns pormenores em "over size", como flores na lapela, grandes pedras em strass, ou mesmo grandes luvas trabalhadas ao longo do braço.

O final será ilustrado subtilmente com partes de trajes do Médio-Oriente através de peças mais longas, fluidas e sobrepostas.

IS - Quais os materiais/ silhuetas que irá apresentar (de forma geral)?


RD - Materiais: sedas, feltros de lã, algodões com resinas, mousselines e chifon de seda.

A colecção divide-se em três silhuetas: Inicialmente, uma silhueta estruturada, próxima do corpo, inspirada nos anos 30/40. Esta, evolui para grandes over size em capas e casacões. Por fim, esse over size perde a estrutura e torna-se fluido, em sobreposições.

IS - Costuma basear-se nas tendências da moda, ou cria independentemente de qualquer influência?

RD - Ainda que esteja atento às tendências de moda e ache muito difícil não ser influenciado por elas, nunca me preocupo com isso ao desenvolver uma colecção.

Mais do que seguir as tendências, tento que as colecções sejam coerentes num sentido evolutivo do meu trabalho.

IS - Qual o perfil da mulher/ homem que veste as suas criações?

RD - Mulheres entre os 30 e 50 anos, ligadas às artes plásticas; professoras; curadoras; artistas ou apenas entusiastas. Geralmente, são pessoas determinadas e com personalidade muito vincada.


ricardo dourado blog: aqui

LUÍS BUCHINHO


Luís Buchinho termina a sua formação em design de moda em 1989. Nesse mesmo ano, inicia um estágio na empresa Jotex, onde se especializa em malhas e permanece até hoje como designer.
No inicio da sua carreira, participa em vários concursos de moda, onde as suas criações se destacam.

Considerado um dos maiores talentos do design de moda português, é também conhecido como "o mágico das malhas".

Ao longo do percurso, conta com participações na SPFW - S. Paulo Fashion Week, 7th on Sixth Fashion Week - Nova Iorque, e regularmente, no calendário oficial da Semana da Moda de Paris.

Em Portugal, marca presença habitual nos dois eventos de maior destaque.

No Portugal Fashion, com a colecção Jotex by Luís Buchinho, e na Moda Lisboa, em nome pessoal.

Como proposta para a próxima Primavera/Verão, apresentou o sportswear minimal dos anos 90, num ambiente jungle.

Moldes cortados de forma orgânica e peças híbridas retiradas da morfologia dos répteis, em tons de azul, verde, coral, lagosta e malva.





Luís Buchinho veste uma mulher segura e afirmativa, que utiliza a moda em proveito próprio, e nunca como sua vítima. A nova colecção, foi inspirada em imagens de paisagens de montanhas geladas.

Lanifícios estruturados, jerseys, misturas de cabedal, pêlos e seda, foram os materiais utilizados em silhuetas anatómicas com recortes geométricos.

Se segue as tendências da moda? "Depende da inspiração. Por vezes o tema afasta-se das 'regras', outras vezes aproxima-se".

PEDRO MOURÃO


"A beleza é um modo de estar que se estende a todo o espaço que nos rodeia. Se vivermos rodeados de beleza, vivemos luxuosamente."
Pedro Mourão nasceu no Porto, onde ainda vive e trabalha. Conhecido pela celebração da beleza e do luxo nas suas roupas, mostra-nos que a "prática estética" está ao alcance de todos nos pequenos detalhes que tornam a vida mais bela.

Com um percurso ligado às artes visuais, desenvolveu vários projectos de consultadoria e produção de moda, criou novos produtos e conceitos, figurinos para uma peça de teatro, e diversos trabalhos de decoração e imagem.

Em 1995 participa pela 1ª vez no Portugal Fashion, na direcção criativa da colecção "Bruno Belloni".

Em 2001, apresenta-se a título pessoal também no Portugal Fashion, tornando-se mais tarde responsável pelo departamento de design da Profato S.A., que lhe assegura a produção da colecção "Pedro Mourão".

O ano 2003, marca o inicio da sua presença regular na Moda Lisboa, e em 2006, abre no Porto, o seu próprio atelier.

Para a Primavera/Verão 2009, Pedro Mourão apresentou uma colecção muito original, criativa e cheia de estilo, elaborada a partir de peças transformadas de oito colecções anteriores, sendo a mensagem transmitida, a reciclagem.

O criador assumiu uma forma de estar de maior maturidade e consciencialização, transmitindo uma postura diferente em relação ao mundo e chamando a atenção, tanto para o conturbado período de crise económica, como para o capitalismo exacerbado.

O "Novo Luxo" será então a reciclagem, sugerida pela transformação das peças - queimadas, coladas, tingidas, bordadas, cortada - cada uma, com a sua mensagem simbólica.

Porque "Não andamos aqui apenas para sermos giros, mas sim para sermos seres pensantes e intervenientes na sociedade" (Pedro Mourão)

A colecção Outono/Inverno 2009/10, que será apresentada na passerelle da Moda Lisboa dentro de pouco mais de um mês, fará a apologia de "Viver o Presente".

O criador revelou que irá surpreender-nos com um trabalho inspirado em black tie, onde serão usados materiais ricos e luxuosos, em silhuetas elegantes.

Totalmente independente da ditadura das tendências da moda, criou antes, uma historia sua, dirigida a um consumidor urbano e outsider.

Sara Lamurias - AFOREST-DESIGN


A Aforest-Design, criada por Sara Lamurias em 2003, consiste na fusão de design, moda e arte, num um discurso muito próprio.
Na passada edição da Moda Lisboa, apresentou como proposta para Primavera/ Verão, um projecto inovador:
Combo, surge como "a fusão do discurso do vestuário com objectos encontrados em qualquer loja de comércio tradicional português."
Um exercício de reinvenção do design de vestuário.

O projecto tem vindo a ser apresentado em lojas de comércio tradicional de nove cidades portuguesas, com o objectivo de estabelecer uma conexão entre objecto/loja/comerciante/público, e divulgar o design português, revitalizando o comércio tradicional.

A coleção Aforest-Design Outono/inverno 09-10, será apresentada na Moda Lisboa/Estoril, e na Semana da Moda de Tóquio (weareurope).

Sara Lamurias desenvolveu um trabalho que parte do design contemporâneo para a funcionalidade e tradição.

Malhas de lã, algodão, fazendas e bombazine, foram os materiais utilizados.

Não se guiando pelas tendências da moda, o seu público é tão diversificado como a oferta do produto.

22.2.09

extremely important girl


"A moda surgiu na minha vida há muitos anos. Primeiro,sob a forma de desenhos, depois através das malhas.
A magia com que num mundo massificado de consumo rápido e vestuário estereotipado, eu tricotava Km de fio colorido, e dava forma à imaginação.
A minha roupa, era a expressão da minha personalidade."

passei o fsmana a organizar o blog eig-fashion.

o que acham?

20.2.09

ines´s beauty secrets...

Fui desafiada pelos blogs luxury and lust e fashion-a-porter a revelar 7 segredos de beleza.

1- fumar
2- tomar cafés
3- nunca me deito antes das 5h da matina
4- batatas fritas com maionese
5- alimento-me à base de tostas mistas e nunca como sopa
6- stressar por tudo e por nada
7- nem às paredes confesso...
(...)
e para compensar um estilo de vida tão saudavel...

1-Nunca dormir sem me desmaquilhar e limpar a pele.Água de rosas,gel de limpeza e desmaquilhante Esteé Lauder.
2-Hidratante e base Prodigy da Helena Rubinstein (no verão dispenso a base).
Make up básica: sombras suaves, rímel (sempre!)e muitas vezes, também contorno os olhos.Baton ou gloss – os meus favoritos são da Esteé Lauder, porque têm uma textura única que se funde com a pele e hidrata imenso os lábios.

3-Creme hidratante/ refirmante no corpo todo(todos os dias).
4-Unhas arranjadas e com verniz (nude ou vermelho black wine da E.Lauder, são as minhas cores do momento).
5-Como tenho cabelo comprido, corto as pontas regularmente, evito secador (pelo menos no Verão) e depois de lavar, aplico o creme supreme smooth – tecni.art da L´oreal, que tanto permite manter o penteado lisinho, como acentuar a ondulação.
6-Perfumes:neste momento, uso Armani Mania. Para a Primavera, vou querer o Be Deliciouse DKNY (verde).

7-O ultimo segredo de beleza, nem sempre é fácil de pôr em prática, mas nem por isso
É menos importante: ser FELIZ!
A beleza, iluminada por aquela luz especial que vem de dentro para fora, e nos faz sentir bem connosco próprias, e com tudo o que nos rodeia.

(sabem quando é que eu ligo menos à minha aparência? Quando estou a fazer reportagens de desfiles de moda!! lool)

desafio os blogs:
chic lisboa; meninas da chocolate; apenas inspirações; o amor é um lugar estranho; garotas estupidas; a moda da lou; de vestido
(desafio de ultima hora:threesah)

19.2.09

criadores portugueses apresentam nova colecção

A cerca de um mês da abertura oficial das passerelles portuguesas, entrei em contato com alguns dos mais conceituados designers, que concordaram em levantar a ponta do véu, e desvendar um pouco do que será revelado nos desfiles da Moda Lisboa/Estoril. (No caso da Aforest Design, também na Semana da Moda de Tóquio.)

Cinco estilistas, apresentam as suas propostas Outono/ Inverno 09/10:

Sara Lamurias(Aforest Design), parte do design contemporâneo para funcionalidade e tradição.

Pedro Mourão, e a sua apologia para viver o presente.

Luís Buchinho, em paisagens de montanhas geladas.

Ricardo Dourado, e os anos 30/ 40, em volumetrias arquitectónicas.

Dino Alves, e a zona centro de Portugal, num desafio interpretativo.



Materiais, silhuetas e desafios.
Pura inspiração.

(VER PROXIMOS POSTS)