23.2.09

DINO ALVES - entrevista


O "enfant terrible" da moda portuguesa, fez a sua formação em pintura na Escola Superior Artística do Porto, e o curso de fotografia do INEF.
Desde figurinos para teatro, a guarda-roupa para publicidade e eventos, Dino Alves, é um stylist por excelência.

A sua primeira apresentação acontece pela primeira vez em 1994, nas "Manobras de Maio".

Após a criação de quatro mise-en-scéne para desfiles de Ana Salazar, passa a participar na Moda Lisboa e recebe o prémio "Criador Revelação 97" da Look Elite.

No ano 2000, esteve presente no desfile Cosmopolis, ao lado de A. Alaia e J.P. Gautier.

Dino Alves, tem levado as suas criações (e a moda portuguesa), a inúmeros eventos e exposições internacionais de referência.


ENTREVISTA

IS - Em que eventos de moda nacionais ou internacionais irá apresentar a colecção Outono/ Inverno 2009/2010?

D.A - Apresento oficialmente na ModaLisboa (Lisboa fashion Week).

IS - Em que se inspirou para esta colecção?


D.A ? Inspirei-me numa imagem que existe por todo o país. No meu caso, vou focar-me mais na zona onde nasci e cresci: Zona Centro (que aliás vai dar título à colecção).

A imagem das mulheres de classe média, que trabalham no campo e/ou são domésticas. Vestem geralmente batas por cima de calças de malha e por baixo de casacos de malha grosseira. Muitas vezes ainda usam aventais e xailes ou lenços.

O desafio será a partir destas imagens grosseiras e sem a mínima intenção e preocupação estética ou elegante, criar uma colecção sofisticada, moderna e actual.

IS - Quais os materiais/ silhuetas que irá apresentar (de forma geral)?

D.A - Os materiais são: fazendas de lã e mistura de lã com polyester, 100% algodão, malhas, sedas, lã tricotada e em crochet, flanela de algodão às tiras e tubular também tricotada, etc.

IS - Costuma basear-se nas tendências da moda, ou cria independentemente de qualquer influência?

D.A - Basicamente sigo a minha própria linguagem, que vou desenvolvendo ao longo do meu percurso artístico. No entanto, as tendências acabam sempre por nos influenciar, ainda que seja de uma forma inconsciente.

IS - Qual o perfil da mulher/ homem que veste as suas criações?


D.A - A mulher e homem que veste as minhas criações são sobretudo de pessoas que têm atitude e gostam de ser diferentes. Jovens de espírito e independentes de qualquer preconceito.

2 comentários:

choogal disse...

Nice ! Confesso q estou curiosa para ver a colecção q ele vai apresentar...

xoxo

[A] disse...

eu acrescentaria " pessoas que não estão formatadas por revistas cor-de-rosa e fama-shows".

é curioso que também o Dino Alves encontre mais inspiração nas pessoas que desconhecem de todo a linguagem da moda, nessas "mulheres que trabalham no campo e/ou são domésticas". estas pessoas conseguem ser genuinamente criativas sem dúvida.