4.2.09

portugal fashion



“Para aquém da sociedade construída, para aquém do Homem que tem uma percepção da natureza que a faz dobrar-se aos seus objectivos preenchendo-a de significado, assim, também o vestuário é comunicação.”
(Umberto Eco - “Psicologia do vestir”)

Mais do que um jogo de tendências, texturas, cores e formas, a moda assume-se, enquanto manifestação artística/ criativa, como uma forma de estar, de sentir e comunicar, que deve ser divertida, e não uma ditadura!!
Veste a essência de uma época, identifica um movimento. Forma de expressão colectiva, ou de um estado de espírito individual.
Faz-nos sonhar, muitas vezes, com mundos impossíveis e realidades diferentes.

Portugal entrou no ranking da moda internacional pela mão de Ana Salazar, que nos anos 80 abriu a sua primeira loja em Paris, sendo esta, considerada pela revista Marie Claire, como “ o novo templo da moda”.
O sector têxtil, exporta actualmente para marcas como Armani, Yves St Laurent, Hugo Boss, etc.



A indústria do vestuário, localiza-se, principalmente, no norte do país.
Por este motivo, e talvez também devido à proximidade das praias, o Porto, (bairrismos à parte), é a cidade mais in , em termos de estilo e gente bonita.
Espontânea, directa e sem subterfúgios, possui um “factor originalidade” muito forte, que não observo no resto do país, onde as pessoas são mais contidas, menos expansivas, menos ousadas.
As grandes superfícies, globalizaram por um lado (tornando mais acessível o acesso a grifes internacionais), mas estereotiparam, por outro, já que esta difusão das marcas, levou a uma uniformização do vestuario.
(Exceptuando as “tribos urbanas”, com os seus dress codes particulares.)

Foi na cidade do Porto, que, aliando o factor design/ industria/ marketing, surgiu em Junho de 1995, a primeira edição do Portugal Fashion.
O evento, organizado pela ANJE (associação de jovens empresários) em parceria com a ATP (associação têxtil e vestuario de Portugal) com o intuito de lançar o país no mapa da moda internacional, não poupou esforços neste sentido.
Devido à projecção deste evento, industria e designers uniram-se, apostando na competitividade.
Enaltecendo a moda, enquanto criação artística, assumiram uma perspectiva comercial e de marketing, contando inclusive com a participação de top models como Claudia Schiffer, Linda Evangelista, Valeria Mazza, Eva Herzigova, Marcus Schenkenberg, etc.


Para alem de mostrar anualmente as melhores colecções dos estilistas portugueses, o Portugal Fashion organiza ainda desfiles de criadores e marcas nos maiores certames de moda do mundo:
_ Pret-á-Porter de Paris
_ 7th on six fashion week de Nova Iorque
_ Semana Internacional de moda de Madrid
_ Semana da alta costura em Paris
_ Barcelona Fashion week
_ Morumbi Fashion de S.Paulo
Contribui também para a divulgação de novos talentos, e sua integração no mercado.

www.portugalfashion.com

(do fundo do baú, o meu primeiro artigo para o hiperfashion.
as lindissimas fotos, gentilmente cedidas pelo fotografo Rui Cardoso.)

1 comentário:

Chris disse...

Obrigada pela visita no meu blog! Gostei muito do seu! Adoro moda, e saber mais sobre o que acontece no mundo e sempre bom!
bjks