23.2.09

RICARDO DOURADO - entrevista


O percurso profissional de Ricardo Dourado passou pelo estúdio de Osvaldo Martins, Lidija Kolovrat e Helena Matos.
Desenvolveu projectos industriais para várias marcas, colabora regularmente na área de styling da "Serch magazine", e tem ainda marcado presença em exposições como "Showcase", "Moda Lisboa", "Costom Eyes" e "A cidade vestido" - Porto 2001, capital europeia da cultura.

Para alem do trabalho desenvolvido no seu atelier, na zona histórica da cidade do Porto, é também formador de design de moda no Citex.




ENTREVISTA

IS - Em que eventos de moda nacionais ou internacionais irá apresentar a colecção Outono/ Inverno 2009/2010?

RD - Para estes dois próximos anos está previsto apresentar a colecção na MODALISBOA.

IS - Em que se inspirou para esta colecção?

RD - A próxima colecção, parte de volumetrias arquitectónicas com reminiscências aos anos 30/40, caracterizados por um look rígido e austero, assentes numa base muito feminina e sofisticada, na tentativa de contrariar os tempos de crise que temos vivido actualmente.

Farão parte da colecção alguns pormenores em "over size", como flores na lapela, grandes pedras em strass, ou mesmo grandes luvas trabalhadas ao longo do braço.

O final será ilustrado subtilmente com partes de trajes do Médio-Oriente através de peças mais longas, fluidas e sobrepostas.

IS - Quais os materiais/ silhuetas que irá apresentar (de forma geral)?


RD - Materiais: sedas, feltros de lã, algodões com resinas, mousselines e chifon de seda.

A colecção divide-se em três silhuetas: Inicialmente, uma silhueta estruturada, próxima do corpo, inspirada nos anos 30/40. Esta, evolui para grandes over size em capas e casacões. Por fim, esse over size perde a estrutura e torna-se fluido, em sobreposições.

IS - Costuma basear-se nas tendências da moda, ou cria independentemente de qualquer influência?

RD - Ainda que esteja atento às tendências de moda e ache muito difícil não ser influenciado por elas, nunca me preocupo com isso ao desenvolver uma colecção.

Mais do que seguir as tendências, tento que as colecções sejam coerentes num sentido evolutivo do meu trabalho.

IS - Qual o perfil da mulher/ homem que veste as suas criações?

RD - Mulheres entre os 30 e 50 anos, ligadas às artes plásticas; professoras; curadoras; artistas ou apenas entusiastas. Geralmente, são pessoas determinadas e com personalidade muito vincada.


ricardo dourado blog: aqui

Sem comentários: