30.3.09

José António Tentente

dia 1

José António Tentente teve as honras de abertura do primeiro dia da Moda Lisboa/ Estoril. O criador apresentou como proposta para o Inverno de 2010 uma colecção de grande elegância e sofisticação. Silhuetas 'retro', ultra femininas e glamourosas, trabalhadas em tecidos ricos e luxuosos.

O universo feminino foi enfatizado por cinturas finas, bem marcadas, ombros acentuados, folhos e laços. Vestidos e taieurs saia-casaco. Luvas. Chapéus com renda sobre a face. Tecidos acetinados e brilhantes em tons ocre, purpura, fucsia, lima, azul profundo e preto.

Os modelos masculinos transmitiram uma imagem de sobriedade através de fatos elegantes. Detalhe: gravatas fininhas, do mesmo tecido do cós da calça.


ENTREVISTA

IS
. Pode falar-nos um pouco desta colecção?

JAT
. Esta colecção tem como ponto de partida a obra da pintora Paula Rêgo. O que me inspirou foi este universo que é muito rico, muito entusiasmante, extraordinário, que faz sonhar...

IS
. Que materiais utilizou?

JAT
. sedas, brocados, adamascados, rendas..

IS
. Como surgiu a inspiração para esta colecção?

JAT
. Surgiu de forma muito natural, eu tenho andado a trabalhar muito sobre pintura, e a pintura de Paula Rêgo é uma obra de que eu gosto muito.

IS
. A nivel de cores, também o inspirou...

JAT
. Também, claro. As cores foram tiradas dos quadros!

IS. Qual é o perfil da mulher que veste as suas roupas?

JAT. É uma mulher forte, independente, segura, versatil, que gosta de coisas diferentes, até de um dia para o outro, se for caso disso! Que gosta de se sentir bem.

Sem comentários: